Como Começar a Investir na Bolsa de Valores?

Como Começar a Investir na BolsaTudo o que precisas de saber, para começar a investir na Bolsa de Valores. Não é necessário ser milionário. Bastam 100€. Guia completo!

Os Depósitos a Prazo, Obrigações, Certificados de Aforro e demais Produtos Financeiros de Poupança, pagam nos dias de hoje um retorno real muito baixo. Uma verdadeira esmola! Para não falar que a inflação vai dar cabo de ti.

Nunca coloques o teu dinheiro num só investimento. Diversifica!

Como os Produtos Financeiros tradicionais não são lucrativos, como muitas pessoas ainda pensam, a alternativa é mesmo investir na Bolsa de Valores. Quem nunca investiu tem uma ideia errada e acaba por não investir, porque o João, a Maria ou o José (nomes fictícios) disseram que era arriscado, sem perceber do assunto. Mas, a realidade é que a Bolsa é um dos melhores investimentos. Está comprovado. Olha para a performance da Bolsa em 2015, em 2016 ou de 2006 a 2016. Vais ficar impressionado!

Os Passos Necessários para Começar a Comprar e Vender Ações

Se ainda não investes na Bolsa de Valores, nem sabes o que estás a perder. Todos os dias surgem novas oportunidades para ganhar dinheiro, que não devem ser desperdiçadas. Com a minha experiência, posso dizer que é possível obter um retorno entre 7 a 10%, em menos tempo do que pensas. vi ações valorizem isso ou mais, num só dia ou numa semana.

Mas, como funciona a Bolsa? Como posso ganhar dinheiro? Qual é a estratégia para investir na Bolsa? Como investir? É muito simples. Abaixo explico-te melhor.

1. Como funciona a Bolsa de Valores?

Em primeiro lugar, deves ficar a saber que a Bolsa de Valores é um meio de financiamento usado pelas empresas.

Em troca do dinheiro, o investidor converte-se num dono de uma parte da empresa, por mais pequena que seja a sua parte. Em alguns casos, pode ter direito a receber dividendos. A cotação varia consoante a lei da procura-oferta. Se houver bastantes investidores interessados na empresa, o preço das ações sobe, se houver muitos investidores a vender ações, o preço desce.

É uma situação ganha-ganha para ambos os lados! A empresa recebe dinheiro extra para ajudar a fazer crescer o negócio, sem pagar juros absurdos aos Bancos, e o investidor fica com uma parte de um negócio que já existe.

Bitcoin subiu +2.020% só em 2017. Investe desde 200€ em Bitcoins!

2. Como Ganhar Dinheiro na Bolsa?

Podes ganhar dinheiro de duas formas: vendendo as ações ou com dividendos.

Os dividendos são o dinheiro pago aos acionistas, devido aos bons resultados da empresa ou porque faz parte da política de remuneração da empresa. Existem empresas que pagam dividendos por trimestre, semestre ou uma vez por ano.

Ao vender as ações, estás a vender a tua participação na empresa. Ganhas dinheiro com a diferença entre o preço de compra e o preço de venda das ações, menos as comissões cobradas pela corretora. Na minha opinião, só deves vender as ações nestas alturas.

3. Qual é a estratégia para investir na Bolsa e ganhar?

Existem 1001 estratégias para investir na Bolsa de Valores e ganhar dinheiro. Cada investidor tem a sua.

Estratégia para Investir na Bolsa de Valores

No meu caso, como gosto de investir a longo prazo, entre 1 a 5 anos, opto por investir em empresas que sejam populares e líderes de mercado. Para ganhar dinheiro, aproveito o lançamento de novos produtos que são “vencedores” ou quando estão em queda, para comprar ações.

A Microsoft, a Apple, a Inditex, a Take Two Interactive, o Bank of America e a Sony, são algumas das empresas onde investi o meu dinheiro. São ações comuns, com lucros extraordinários!

Para descobrires como funciona a minha estratégia e como usa-la, podes ler o artigo que publiquei sobre como ganhei dinheiro comprando as ações da Take-Two Interactive dias antes do lançamento mundial do GTA 5.

4. Como investir na Bolsa?

Agora que já sabes como funciona e porquê investir na Bolsa, está na hora de saber como começar a investir. É muito mais fácil do pensas e bastam 100€ para iniciar.

Para começar a comprar e vender ações, necessitas de um intermediário. É através do intermediário que dás as ordens de compra ou venda de ações. Os intermediários podem ser Corretoras ou Bancos com serviço de Bolsa!

Plataforma DeGiro Bolsa de Valores

Eu prefiro usar uma Corretora de Bolsa em vez dos Bancos, por causa das comissões e da plataforma de negociação. Eu tenho conta na Orey iTrade e na DeGiro. Ao longo do tempo vais ver que compensa, porque vais poupar uma fortuna em comissões.


😲 Abre conta na XTB Portugal e investe sem comissões.

Para que possas saber ao pormenor como comprar ações na corretora que uso, decidi publicar um artigo com tudo o que deves saber sobre como comprar ações na DeGiro. Vais ver que não é difícil e comprar ações demora apenas alguns milésimos de segundos.

Comprar ações na DEGIRO

De uma forma muito resumida, só tens que seguir estes passos:

  1. Abrir uma conta de negociação numa corretora de Bolsa. Uso e recomendo a DeGiro por causa das comissões low-cost. As comissões vão fazer a diferença.
  2. Depositar dinheiro na tua Conta de Negociação (ou Home Broker, como se diz no Brasil). Depois de escolher a corretora, é altura de depositar dinheiro na conta de investimento. O meio mais usado é transferência bancária, mas a corretora pode ter disponível outros meios de depósito.
  3. Comprar ações. Na plataforma de negociação da corretora, procura pelo nome ou símbolo das ações que queres comprar. Por exemplo, para comprar ações da Microsoft, deves procurar por Microsoft ou MSFT.

Caso ainda estejas com medo de avançar, é normal. Também senti o mesmo quando comecei, mas usei um simulador de Bolsa para aprender com 100.000€ virtuais grátis como investir!

Ninguém nasce ensinado sobre como investir dinheiro, no entanto, é possível aprender como investir, para daqui a uns meses ou anos – dependendo do teu objetivo de investir na Bolsa – conseguir lucros espetaculares.

Bons investimentos!

Não sabes como investir?

Começa a Copiar Investidores na Etoro. Eles ganham, tu ganhas.

Performance passada não é garantia de resultados futuros. Capital em risco.