Quantas ações devo ter na minha Carteira

Diversifique as suas açõesSaiba como construir uma Carteira de Ações rentável. Invista dinheiro e obtenha um bom retorno a longo prazo. Comece agora a investir na bolsa!

A decisão de investir neste mercado financeiro é para os iniciantes um passo importante, pois ao mesmo tempo é um mundo que tem tanto de fascinante como de arriscado, com a compra e venda de ações, mais-valias e perdas, que estará sempre a acompanhar o investidor iniciante com um conjunto de sensações opostas, dúvidas, medos, expetativas, esperanças, entre outras coisas. Uma vez tomada a decisão definitiva de aplicar parte do seu dinheiro no mercado de renda variável, aparecem uma dúvida muito comum: Quanto ações deve comprar? A resposta para esta pergunta é muito difícil pois depende de diversos fatores, pelo que você tem que ter em conta o dinheiro que quer investir, quais as empresas em que está a pensar investir, entre outros dados.

Diversifique a sua Carteira de Ações

Para começar, você deve investir em empresas conhecidas publicamente, que apresentem um bom historial na Bolsa e que o consenso da maior parte dos analistas determine como um bom investimento com possibilidade de conseguir uma boa rentabilidade futura. Nunca se devem comprar ações pela simples razão de querer construir uma carteira de ações.

Para criar uma carteira de ações, antes você deve planear os seguintes fatores apresentados abaixo, de forma a escolher as melhores ações de acordo com o seu perfil de investidor:


Abre conta Demo na XTB Portugal e experimenta investir.

  1. O seu perfil de risco – Deve conhecer que tipo de investidor você é. Poderá ser é agressivo, especulador, conservador, etc.
  2. Qual o tempo máximo que quer ficar com as ações? É muito importante ter bem claro o horizonte temporal do investimento. Você poderá querer manter as ações durante bastante tempo ou logo que comece a ganhar dinheiro poderá querer vender e investir novamente. Compre sempre quando as ações estão baratas e apoie-se na análise técnica para analisar o preço, para encontrar bons pontos de entrada e saída do mercado.
  3. Objetivos financeiros – Você pode estar interessado em usar o capital para aumentar os rendimentos da sua reforma, para comprar uma casa, um carro, um casamento ou simplesmente aumentar os seus rendimentos.
  4. Capital disponível – É possível começar com pouco dinheiro a investir em ações, no entanto o mínimo que recomendamos é de 1000 euros. Se você tem hipótese de investir mais, você poderá diversificar ainda mais o seu investimento, mas tente não não fazer muitas operações, porque depois a sua rentabilidade diminui devido aos custos e comissões.

No caso de ter um perfil conservador, deverá investir em ações de empresas cujo crescimento de lucros seja lento mas recorrente, e que se adaptem convenientemente aos diversos ciclos económicos, dentro de setores como podem ser a energia, produtos de primeira necessidade, bens de consumo, saúde, entre outros.

Para os investidores agressivos, recomendamos que invistam em setores com forte crescimento, em empresas de alto crescimento, novas tecnologias e em pequenas indústrias que apostam em novos projetos de grande expansão. Este tipo de investimento leva logicamente a um risco financeiro muito maior.

Quando falamos em diversificar a sua Carteira de Investimentos, não só é importante que compre ações de diferentes empresas, mas também deve aplicar parte do seu capital em outros ativos financeiros, como fundos de investimento, forex, obrigações, depósitos a prazo e certificados de aforro.

Não sabes como investir?

Começa a Copiar Investidores na Etoro. Eles ganham, tu ganhas.

Performance passada não é garantia de resultados futuros. Capital em risco.