Como seguir o PSI20, IBEX35, CAC40, S&P500, BOVESPA e outros Índices?

Como acompanhar os Índices acionistas

Descobre qual é a melhor maneira de acompanhar os principais índices acionistas. Segue o PSI20, IBEX35, CAC40, S&P500, BOVESPA, etc.

Um erro frequente dos investidores na Bolsa de Valores, é pensar que um índice acionista e a Bolsa de Valores é a mesma coisa. Está errado! A Bolsa de Valores inclui todas as ações, por exemplo, a Euronext Lisboaantes conhecida por Bolsa de Lisboa – e um índice acionista é, um índice que reúne as principais ações de acordo com o função do índice. Por exemplo, o índice PSI20, é o índice da Euronext Lisboa que devia reunir as 20 principais ações da Bolsa Portuguesa.

Um índice é uma medida estatística usada por investidores e gestores financeiros, para analisar o desempenho do mercado.

Charles Dow criou o primeiro índice em maio de 1896. Nessa altura, o índice Dow tinha 12 das maiores empresas nos EUA. Hoje, o Dow Jones Industrial Average (DJIA) contém as 30 maiores e mais influentes empresas nos EUA.

Como seguir os Índices Acionistas? Como Investir Dinheiro em Índices?

Antes da era digital, o valor do índice tinha que ser mantido o mais simples possível. Nessa altura, o valor do Dow era calculando adicionando o preço das 12 empresas e depois dividir por 12. Esse cálculo não era mais do que a média, mas servia o propósito.

Hoje, o DJIA usa um cálculo diferente, baseado no preço. Neste sistema o peso de cada ação é preço da ação em relação à soma da cotação de todas as ações.

Outro índice muito popular, considerado uma referência a nível mundial, é o S&P 500 ou Standard & Poor’s 500. É maior e mais diversificado que o Dow. É composto pelas 500 ações mais negociadas nos EUA, representando cerca de 80% do valor dos mercados financeiros nos Estados Unidos. Em geral, o S&P 500 é um bom indicador sobre a saúde dos mercados financeiros dos EUA.

Como seria difícil acompanhar a performance de todas as ações de uma Bolsa, os Índices tornam tudo mais fácil.

Os índices usam um cabaz de ações de uma Bolsa, seguindo vários critérios para representar o comportamento da Bolsa no seu todo. Da mesma maneira que os Jornais usam as sondagens políticas para conhecer o sentimento da população, os Investidores usam os índices para acompanhar a performance dos mercados financeiros.

Podes encontrar aqui os principais índices que existem em todo o mundo e toda a informação que necessitas de saber. Também podes encontrar informações no Google Finance.

Estes são alguns dos índices mais conhecidos:

  • Alemanha – DAX
  • Brasil – Bovespa
  • EUA – Dow Jones Industrial Average (DJI), S&P 500 e NASDAQ Composite
  • Espanha – IBEX 35
  • Zona Euro – Euro Stoxx 50
  • Itália – FTSE MIB
  • Inglaterra – FTSE 100
  • Japão – Nikkei 225
  • Holanda – AEX
  • Portugal – PSI 20

Em geral, a maior parte dos índices têm as mesmas caraterísticas, para ser mais fácil de comparar com outros índices.

Como investir em índices acionistas?

Se estás interessado em investir dinheiro num índice, a alternativa mais comum são os ETFs. Se ainda não sabes bem o que são os ETFs, está na hora de descobrires o que é.

Basicamente, os ETFs são parecidos aos fundos de investimentos, mas são negociados como ações. Em vez de comprares 500 ações que fazem parte do S&P 500, investes dinheiro num ETF do S&P 500.

Na lista de ETFs mais populares, tens vários Exchanged Traded Funds criados de propósito para os investidores que querem investir em índices. Estes são alguns dos exemplos que vale a pena dares uma olhadela:

  • SPDR Dow Jones Industrial Average ETF (NYSEARCA:DIA)
  • iShares Russell 2000 Index ETF (NYSEARCA:IWM)
  • SPDR S&P 500 ETF Trust (NYSEARCA:SPY)
  • ProShares Ultra S&P500 ETF (NYSEARCA:SSO)

Investir em ETFs de índices também é um bom investimento. Se estás a querer diversificar os teus investimentos, deve fazer parte da tua carteira de investimentos.

Bons investimentos!

Não sabes como investir?

Começa a Copiar Investidores na Etoro. Eles ganham, tu ganhas.

Performance passada não é garantia de resultados futuros. Capital em risco.