Como Preencher o IRS 2016? Dicas para a DeGiro, Corretoras Portuguesas e Forex

Como Preencher o IRS 2016 e declarar os investimentosAprende a preencher o IRS 2016. Como declarar os teus investimentos na Bolsa, Forex e Depósitos a Prazo. Segue os passos apresentados. Não percas tempo!

Esta é a altura do ano que muitas pessoas não gostam e com razão. Nas minhas primeiras vezes também foi assim. Declarar os rendimentos obtidos com investimentos deveria ser muito mais fácil ou automático. Não porque seja difícil de todo, mas porque é confuso preencher o IRS pelas primeiras vezes, sem falar que Corretoras não ajudam nada. Deveriam dar exemplos sobre como preencher o IRS.

Em caso de dúvidas, deves consultar um Contabilista!

Preencher o Modelo 3 do IRS é e sempre será complicado. Não só porque o formulário inclui 1001 possibilidades, mas também existem outras situações que podem mudar os anexos que deves preencher. Só para dar um exemplo, para declarar as mais-valias por investir em ações na DeGiro tens que usar outro anexo, se estivermos a comparar com uma Corretora Portuguesa.

Dicas para Preencher a Declaração de IRS 2016

A boa notícia do IRS 2016, é o preenchimento automático do Modelo 3 da Declaração do IRS. A má notícia, é só estar disponível para pessoas com declarações mais simples, que não incluem investimentos ou outros tipos de rendimentos.

Daí, como ainda é obrigatório preencher um a um cada campo e saber quais os anexos a adicionar à declaração de IRS, decidi partilhar contigo como se preenche e porquê razão deves usar esse anexo/quadro.

Preenche agora o teu IRS 2016. Não deixes para os últimos dias…

A pedido de vários leitores do blog Investir na Bolsa, podes encontrar toda a informação pela qual estás quase de certeza à procura, mas não encontraste.

Como tu, também pesquisei no Google por “como preencher irs bolsa“, “declarar lucros bolsa irs 2016“, “declarar irs degiro” ou até “declarar dividendos bolsa irs” e não encontrei nada que valesse a pena ler.

Para mim, como invisto na Bolsa usando a DeGiro e a Orey iTrade, além de fazer trading de Forex, a situação complica-se na hora de preencher o IRS.

Felizmente não comecei em 2016 a investir dinheiro, por isso, tenho experiência e conheço de uma maneira geral todos os anexos do Modelo 3 do IRS que são necessários preencher.

Evita ao máximo confundir as coisas. Os anexos para Corretoras Nacionais e Internacionais são diferentes.

Um dos erros mais comuns entre os novos investidores, é assumir que a DeGiro é uma corretora nacional. Quando chega o momento de introduzir o NIF, no quadro 9 do anexo G alguns investidores perdem horas a procurar o que não existe. Cuidado. A DeGiro tem autorização da CMVM para operar em Portugal, mas está na Holanda… logo não tem NIF.

Caso tenhas alguma dúvida, sugestão ou tenhas encontrado um erro, podes entrar em contacto comigo. Este artigo tem um objetivo educacional, não pode ser considerado como conselhos de um Contabilista.

Coisas importantes que todos os investidores na Bolsa devem saber

Para os novos investidores existem várias coisas simples, mas importantes, que devo informar impostos e investimentos:

  1. Só deves declarar as ações depois de as vender. Por exemplo, se compraste ações em 2016, mas ainda não vendeste, não precisas de declarar.
  2. As mais-valias na Bolsa de Valores e noutros investimentos são taxados a 28%. Esta é a taxa para 2016, no entanto poderá mudar no futuro.
  3. Quando recebes dividendos, a corretora retém na fonte a taxa de imposto. Ao contrário das mais-valias, é retirado aos dividendos a percentagem dos impostos no país de origem da empresa.

Estas são as coisas que deves saber. Vou tentar manter atualizado esta lista, para ajudar o maior número de leitores. Se souberes de alguma dica importante, diz-me!

#1 Como declarar mais-valias ou menos-valias da bolsa, obtidas na DeGiro?

Um dos erros mais comuns dos investidores, é assumir que a DeGiro tem sede fiscal em Portugal. Estás… errado! Tem autorização da CMVM para funcionar em Portugal, mas a sede fiscal está na Holanda.

Logo, é considerado como um Rendimento Obtido no estrangeiro por residentes em Portugal. Só pode ser o Anexo J. Encontrei esta explicação no guia de preenchimento do Novo Banco.

Explicação do Anexo J

Neste caso as mais-valias ou menos-valias com ações obtidas na DeGiro ou outra Corretora de Bolsa sem sede fiscal em Portugal devem ser declaradas na tabela 9.2A do Quadro 9 do Anexo J com o Código G01 – Alienações de ações / partes sociais.

Atenção. Só tens que declarar as ações que vendeste. As ações que ainda não vendeste, não é necessário declarar.

Com o Relatório de 2016 da DeGiro (ou de outra Corretora estrangeira) tens acesso a toda a informação necessária para preencher a tabela 9.2A do Quadro 9 do Anexo J. Tens que usar o Código G01 – Alienações de ações / partes sociais.

Tabela 9.2A do Quadro 9 do Anexo J do IRS 2016

#2 Como declarar mais-valias ou menos-valias da bolsa, obtidas numa Corretora Portuguesa?

Para declarar os rendimentos obtidos com a venda de ações, usando uma Corretora de Bolsa com sede fiscal em Portugal deves usar o a Tabela 9 do Quadro 9 do Anexo G.

Usando o Documento da Corretora consegues preencher a Tabela 9. Tens que usar o código “G01 – Ações“. O NIF da corretora é indicado no Documento. Na imagem abaixo tens uma explicação e um exemplo.

Anexo G para declarar ações compradas em Corretoras Portuguesas

#3 Como declarar mais-valias ou menos-valias do Forex?

Declarar as mais-valias ou menos-valias de CFD’s, Opções, Swaps e outros instrumentos financeiros derivados ou completos é fácil. É só copiar-e-colar o valor que a corretora enviou no Documento ou PDF com o Relatório de 2016.

Documento com mais-valias de CFDs

No caso de ser uma Corretora com sede fiscal em Portugal, deves preencher o Quadro 13 do Anexo G.

Se for uma Corretora com domicílio fiscal fora de Portugal, deves preencher a Tabela 9.2B do Quadro 9, do Anexo J.

Como usei a XTB Portugal, uma corretora com sede fiscal em Portugal, preenchi o o Quadro 13 do Anexo G. Para CFDs selecionei o código “G51”.

Como declarar mais-valias de CFDs

#4 Como declarar Depósitos a Prazo?

Os rendimentos obtidos com os Depósitos a Prazo estão isentos. Não é necessário declarar, pois o valor entregue já é o valor depois de impostos. Poderá compensar ou não declarar e optar pelo englobamento dependendo do escalão de IRS.


Abre conta Demo na XTB Portugal e experimenta investir.

Esta é a melhor explicação que encontrei:

Ao optar pelo englobamento no quadro 4A, os rendimentos do contribuinte deixam de estar sujeitos a uma taxa liberatória (na maior parte dos investimentos de 28%) e passam a estar sujeitos à taxa de IRS do seu escalão. Se a taxa do escalão de IRS for menor que essa percentagem (28%) o contribuinte fica a ganhar com o englobamento.

Regra geral, se os rendimentos coletáveis forem inferiores a 7.000 euros (o primeiro escalão) compensa englobar, pois a taxa a aplicar é menor: de 14,5%. Assim, o contribuinte pode recuperar 13,5% do seu dinheiro (a diferença dos 28%).

No segundo escalão já se encontra uma taxa de 28,5% (superior a 28%) e ainda se soma uma sobretaxa extraordinária de 1% não compensado então englobar deste escalão em diante.

Se no teu caso compensa, só tens que fazer download do Documento disponível na área de Home Banking do Banco ou Bancos onde tens Depósitos a Prazo.

O Documento indica toda a informação que necessitas para preencher a tabela B do Quadro 4, do Anexo E. No campo Código dos Rendimentos, deves selecionar o código “E20”.

Quadro 4 do Anexo E do IRS 2016Boa sorte!

Não sabes como investir?

Começa a Copiar Investidores na Etoro. Eles ganham, tu ganhas.

Performance passada não é garantia de resultados futuros. Capital em risco.